Autoridade Restaurada

Irmãos, Graça e Paz!

Gostaria de compartilhar com todos um assunto muito especial que Deus tem ministrado em meu coração!

Vamos falar um pouco de uma das maiores artimanhas de satanás para destruir a vida dos Servos de Deus. Este assunto fala diretamente sobre as batalhas mentais e como este tipo de luta afeta a vida de nossos irmãos na Fé.

Vamos conhecer um pouco mais a respeito do perdão de Deus e Autoridade Restaurada.

Para começar, vamos falar do grande problema da humanidade, o pecado. Quando falamos em pecado, um dos grandes equívocos existentes é ligar esta palavra a um ato consumado de desobediência a Deus, ou seja, um ato físico já executado.

Na verdade, existe uma fase que antecede o pecado e é conhecida como tentação.
Devemos sempre ter em mente que a tentação não é um ato pecaminoso, por que ninguém peca ao ser tentado. A tentação é um ato de influência que satanás e seus demônios planejam para tentar desviar o ser humano da comunhão com Deus através do pecado consumado.

"Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca" - Marcos 14:38

Porém, o que leva o ser humano ao pecado é ceder lugar a tentação (ser permissivo ás influências de satanás).

"Bem-aventurado o homem que suporta a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam" - Tiago 1:12

Deste modo nos resta perguntar: “Por que os cristãos remidos e lavados pelo sangue de Jesus cedem a tentação?”
Esta é uma das grande perguntas me que fiz durante muito tempo e Deus me ensinou algo a respeito deste ponto.

Todos nós sabemos que Jesus nos dá autoridade espiritual sobre todos os demônios e suas atuações.

"E, convocando os seus doze discípulos, deu-lhes virtude e poder sobre todos os demônios, para curarem enfermidades"-
Lucas 9:1


Mas mesmo assim quando lutamos e repreendemos os demônios, ao passar de algum tempo, sejam horas, minutos ou até segundos..estes demônios malditos voltam a atacar.

Na busca de uma revelação de Deus, aprendi que isto é uma estratégia de satanás para ganhar a luta contra o ser humano na base da insistência. Mas veremos isto a diante.
 
Antes de falarmos especificamente sobre o pecado, quero falar um pouco do peso do pecado na vida de quem o cometeu ou ainda comente conscientemente.
A Palavra de Deus diz que pecado é pecado (seja para morte, abominação, na lei de Moises ou qualquer outro pecado) pecado é pecado e ponto final.
(Alguns teólogos de plantão podem querer entrar na seara de discussões teológicas sobre os tipos de pecados e as suas consequências específicas, porém para a tristeza destes, não é o foco deste texto e e sim o resgate dos perdidos).

Vamos pensar aqui como devemos encarar o pecado. É certo que cada pessoa tem um infeliz ponto em sua vida que o incomoda em particular e na maioria das vezes este ponto é a grande influência para que nossos irmãos vivam em pecado.

Sendo assim, vamos imaginar uma cena! Em nossa frente se encontram duas pessoas.
Estas pessoas são cristãs convertidas, remidas e lavadas pelo Sangue de Jesus Cristo, porém estas sofrem tentações como todos os servos de Deus. Porém, um fato é que o inimigo sempre influência o cristão a pensar que suas tentações são maiores do que podem suportar, mas isso é uma grande mentira para faze-lo cair em derrota.

"Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar" - 1 Coríntios 10:13

Supondo que uma destas duas pessoas em algum momento do seu passado foi uma prostituta e a outra um ladrão. O pecado de prostituição e o de roubo são vistos de modo idêntico para Deus. Porque assumindo a premissa que pecado é pecado, uma vez que estes cometidos certamente o pecador se afastará de Deus. Os pecados em específico podem ter consequências diferentes, porém, sempre tem uma em comum que é o afastamento da presença de Deus.

Não existe pecado que o afaste mais ou menos de Deus, todos os pecados te afastam de Deus.

Então, imaginem que estas duas pessoas querem ter uma vida com Jesus Cristo, porém ainda  sofrem tentações constantes por parte do inimigo querendo que voltem á suas práticas do passado.
Por vezes nossos irmãos caem nos pecados do passado e não entendem como que após terem aceitado Jesus Cristo em suas vidas continuam sendo tentadas até o momento de caírem no pecado.

Isto faz com que estas pessoas vivam se sentindo indignas de buscar o perdão de Deus ou simplesmente não conseguem se perdoar por viverem continuamente no pecado.

Porém, a tentação constante ocorre porque satanás quer derrubá-los de sua posição em Cristo e faze-los escravos novamente por meio da insistência constante.

Nestes casos, quando a ex-prostituta começa a ser tentada, qual é a área de atuação que o inimigo mais se dedicará? É a sexual.
E na vez do ladrão? É o roubo, a vida fácil.

Podemos perceber que as áreas mais tentadas são sempre aquelas que no passado nossos irmãos estiveram cativos. Olhando novamente para a cena, vamos supor que a ex-prostituta caia em um pecado de prostituição e o ex-ladrão caia no pecado de roubo.

Estas pessoas estarão sobre um tremendo jugo de condenação criado por satanás, certo? Na verdade exatamente neste momento, o inimigo começará uma avalanche de acusações e farão com que se sentam indignos de buscar o perdão de Deus. Isso porque já pecaram tantas vezes nestas determinadas áreas de suas vidas (antes ou até mesmo depois de conhecerem Jesus Cristo)

Agora vamos imaginar que a ex-prostituta tivesse roubado algo de uma pessoa e o ex-ladrão tivesse caído em pecado de prostituição. Será que eles olhariam para sua situação espiritual do mesmo modo? Certamente não! Obvio que se sentiriam tristes por terem pecado contra Deus, mas o jugo seria diferente.

Digo-lhes com toda certeza que se perdoariam de modo mais fácil (auto perdão) e pediriam perdão a Deus de um modo muito mais aberto a se sentirem perdoados do que se tivessem caído nas áreas que anteriormente tinham problemas.

Mas porque será que isso ocorre? Isso ocorre pelo fato de que satanás atua sempre no ponto fraco de uma pessoa trazendo traumas e peso.

Infelizmente todos tem áreas em suas vidas que devem ser observadas com atenção e de rédea curta. Até mesmo o Apostolo Paulo tinha o seu espinho na Carne e lutava constantemente contra este espinho.

Toda atuação satânica que antecede o pecado, ou seja, a tentação se inicia na mente!

Sabemos que a tentação sempre ocorre na área que o cristão foi escravizado no passado e isso já é um fato. Porém, é na mente que tudo se inicia e se lá encontrar terra fértil, a semente satânica vai crescer se não arrancada a tempo pela raiz.

Então entendemos que é por isso que os demônios sempre voltam a tentar os cristãos exatamente a mesma área escravizada no passado e não em uma área diferente, pois na mente se encontram as lembranças, sensações, sentimentos e todo resto que remetam sua vida ao tempo carnal e não espiritual.

Eles sabem que se iniciarem a tentação em uma área diferente da anteriormente escravizada, a chance de obterem sucesso transformando a tentação em pecado consumado é muito menor (porém não quer dizer que não venham tentar também outras áreas).

Importante saber que a atuação maligna, nunca se inicia como um “ataque em massa”, ou seja, sempre se inicia como um ataque sutil que vai crescendo com o passar do tempo, caso o cristão não tome uma providência utilizando de sua autoridade sobre o mal o mais rápido possível.

De inicio a tentação aparece como um pensamento ou desejo ainda controlável, algo que pode ser “administrável” facilmente. Esta é uma estratégia de satanás, pois ele vai sempre “comendo pelas beiradas”.

Este tipo de atuação chamamos de “tentação de abertura”, ou seja, tentações sugeridas sobre pecados considerados “menores” pela concepção da pessoa tentada (pecados correlacionados aos pecados que a escravizaram no passado, mas não exatamente o pecado que antes fora escravo). Estes na maioria são aceitos por não serem diretamente o pecado que escravizaram a pessoa no passado.
Se a “tentação de abertura” for aceita na mente, isso levará a pessoa a consumar os pecados sugeridos pela tentação.

Estes pecados podemos chamar de “pecados de aberturas” (que na concepção da pessoa tentada são pecados menores aos que anteriormente fora escrava).

A grande finalidade do inimigo inserir estes pecados de aberturas é abrir uma porta para que os “pecados de escravidão” sejam consumados no futuro (agora já claramente estes são os  pecados que escravizaram a pessoa no passado).

Vamos exemplificar: Suponha que uma certa pessoa tinha o hábito de adulterar no passado. Ao conhecer o Senhor Jesus, esta pessoa entendeu que adulterar é um pecado contra Deus e não quis mais faze-lo.
Com o passar do tempo o inimigo começou a tenta-la a fazer com que volte a adulterar, porém, a pessoa resiste a tentação e se mantem firme por alguns momentos.

Se o inimigo fizer um ataque massivo contra essa pessoa logo de cara, certamente ela se manterá firme e vai repreende-lo, pois o ataque massivo agride e espanta.
Então o inimigo começa com a “tentação de abertura”.

Esta tentação poderia ser a sugestão de ver uma pequena pornografia na internet, reencontrar aquele colega (a) do passado sem compromisso (apenas na amizade),  passar na banca de jornal e ver a capa da revista erótica, enfim, qualquer coisa que possa te convencer de que não esta pecando, mas esta te colocando próximo do pecado.
Isso é uma grande armadilha.

Se a “tentação de abertura” for aceita pela pessoa e não repreendida, o próximo passo do inimigo é começar um ataque até que ocorra a consumação do pecado. Caso este seja consumado, se tornará o “pecado de abertura”.  Podemos descrever o ataque em massa como a insistência contínua de tentações sugeridas pelo inimigo a você.

Como a pessoa acabou aceitando a “tentação de abertura”, ou seja, viu a pequena pornografia ou encontrou aquele (a) colega e teve “apenas” um pequeno flerte, logo pensa assim: “Não adulterei”.

Deste modo, ela brinca com a tentação e tenta se satisfazer momentaneamente, porém, ela já cometeu o “pecado de abertura” sem se dar conta disso! Satanás sempre tentará engana-lo minimizando o peso ou consequência dos “pecados de abertura” até que você os consuma.

Tendo já aceito a “tentação de abertura” e consumado o “pecado de abertura” é só uma questão de tempo para a pequena pornografia ou reencontro se torne em consumação de prostituição física ou em um (a) amante. De qualquer forma, o objetivo de leva-lo novamente ao “pecado de escravidão” será realizado.

O inimigo sempre vai querer te levar novamente ao pecado de escravidão através das tentações de abertura e pecados de abertura.

Este é somente um exemplo, podemos citar muitos outros tipos de pecados aqui. Com certeza você está pensando em algo que viveu ou tem vivido e se encaixa na analogia.

O que acontece a partir do ponto que o pecado foi consumado? Quando um cristão que constantemente vive na prática do pecado cede a tentação, a primeira atitude de satanás é fazer com que você se sinta culpado e manterá um ataque incessante de acusações para que você não se sinta digno de buscar a Deus novamente.

Nunca se esqueça que satanás sempre fará de tudo para colocar novamente uma algema no seu braço! Nunca brinque com a tentação.

"E os que estão sobre pedra, estes são os que, ouvindo a palavra, a recebem com alegria, mas, como não têm raiz, apenas crêem por algum tempo, e no tempo da tentação se desviam" - Lucas 8:13

Qual a finalidade de o inimigo te acusar com tanta força? Os demônios sabem que esta não é a primeira vez que você pecou nesta área especificamente e também sabem de onde o Senhor Jesus te resgatou. Eles sabem de quais pecados você fora escravo no passado antes de conhecer o Senhor Jesus e vão tentar te levar a prática dele novamente.

Porém quando você aceitou a Jesus Cristo como Único Senhor e Salvador de sua vida, você renegou quem era e suas práticas do passado para iniciar uma nova vida com o Senhor. Deste modo, abrimos mão da prática específica do pecado que antes erámos escravos e buscamos viver em retidão.

Após ter aceito a Jesus Cristo como Único Senhor e Salvador, Ele nos dá algo que o mundo não tem, o direito do perdão quando pecamos.

Quando pecamos contra Deus, temos o direito de pedir perdão pelos nossos pecados e de recebermos este perdão através de Jesus Cristo. Isto é uma promessa que não pode ser mudada.

"E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo" - Atos 2:38

Mas sabemos também que durante a caminhada cristã, podem ocorrer diversas quedas e por consequência o pecar contra Deus. Quase todas as quedas, acontecem na área em que foram cativos de satanás quando estavam no mundo.

Então qual a estratégia de satanás e seus demônios? É fazer com que os cristãos que caíram em pecado, aceitem a sua acusação e não sintam-se dignos de pedir perdão ao Senhor Jesus. O inimigo sabe que se o perdão for solicitado de coração ao Senhor Jesus através do arrependimento, esse será concedido e a autoridade espiritual sobre as hostes malignas será resgatada.

"E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra" - 2 Crônicas 7:14

Deste modo, será possivel lutar novamente contra o inimigo. E ele sabe que se lutarmos contra ele em nome de Jesus Cristo, venceremos.

Então, qual é a grande mentira? Existem várias mentiras utilizadas pelo inferno para manter nossos irmãos longe de Deus ou para fazer com que sintam-se indignos de buscar seu perdão.

A mais utilizada é fazer com que o cristão que caiu em pecado acredite que por ter caído diversas vezes no mesmo pecado, Deus não pode mais perdoa-lo.

Esta é a maior mentira criada pelo inferno para manter cristãos cativos por todo mundo. Se você confessar o seu pecado a Deus, o Senhor o perdoará independente de quantas vezes pecou nesta área especifica. Desde que se arrependa de coração e busque Nele força contra a tentação.

Esta mentira tem mantido muitos cristãos cativos, é uma grande armadilha satânica para que você não retorne aos braços de Deus.

Outra mentira é fazer com que o cristão não acredite que Deus ouvirá seu pedido de perdão. Satanás diz “Para que orar se Deus já se cansou de perdoa-lo nesta área? Esta foi sua última chance”. “Suas chances acabaram!"

Outra estratégia é fazer com que os cristãos que caíram, acreditem que as promessas que Deus fez um dia para eles foram anuladas (promessas de restauração, ministério, sentimental, profissional ou qualquer outra área).

Esta é a mentira mais estúpida inventada por satanás, toda promessa que Deus faz se cumpre pois o querer e o realizar é Dele.

"Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade - Filipenses 2:13

Deus não nos fez promessa por sermos merecedores, mas sim porque Ele tem um plano especifico para que estas promessas se cumpram.

Deus sabe que fez promessas a homens e que estes são falhos e pecadores. Ele sabe que você pode vir a cair em pecado, mas Ele quer que você busque-O para ser liberto e livre na vida com Jesus Cristo. Deus quer que você seja um lutador e não ceda ás tentações do inferno.

Ao receber o seu perdão, Ele refaz a aliança entre vocês e promessa se mantém continua em sua vida.

O pedir perdão de coração é entregar-se ao arrependimento. Arrependimento é uma atitude que deve ser tomada perante Deus com base na humilhação, reconhecer Seu Senhorio, busca de Sua Presença e mudança de atitude.

"Eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores, ao arrependimento" - Lucas 5:32

Deus me incomoda a anunciar sempre este ponto: Satanás não tem o poder de ler a sua mente!
Ele não pode ler a mente de ninguém, pois o poder da onisciência pertence somente a Deus. Mas satanás sempre tenta prender pessoas fazendo com que elas “acreditem” que Ele tem esse poder e assim pode acusa-las sobre as tentações que ele mesmo sugere.

Como ele não pode ler nossa mente, ele não sabe o que esta se passando dentro de sua cabeça ou quais pensamentos tem tomado conta de sua mente.

Mas ele pode sim influenciar seus pensamentos. E dependendo do modo que você responde ou reage a atuação dele em específico, ele sabe se a estratégia tem funcionado ou não.

E como esse maldito influencia seus pensamentos? satanás sempre fala como se o pensamento sugerido fosse “seu” e não “dele”.
Vamos imaginar que uma pessoa tenha cedido a tentação e caiu em pecado. Logo após o pecado consumado, um pensamento de acusação toma conta de sua mente.

O pensamento pode aparecer do seguinte modo: “Eu não sou digno do perdão de Deus”, “Eu sou um pecador mesmo”, “Eu não tenho mais direito das promessas de Deus pois pequei novamente”.

Vejam que satanás não fala “Você não é digno do perdão de Deus” “Você é um pecador mesmo” “Você perdeu o direito das promessas de Deus porque pecou novamente”.

Sabem porque ele utiliza sempre o termo “eu” e não o “você”? Porque ele sabe que se utilizar o “você”,  logo perceberá que é uma acusação externa e o reprenderá.
Porém se utilizando do “eu”, o pensamento que aparece na sua mente dá a impressão que vem de você mesmo e não dele.

Fazendo assim, você mantem sempre uma linha de pensamento que o “auto-acuse”, consequentemente fazendo com que não creia que Deus o perdoou, mesmo após ter orado, se arrependido e pedido perdão.

 Ao mesmo tempo, isso faz com que você não se perdoe por ter pecado contra Deus. E se o inimigo fizer com que você não se perdoe (auto-perdão), ele fecha seu coração para que você também não creia que Deus o perdoou. Pois receber o perdão é uma base de Fé

Tudo isto é uma mentira criada pelo próprio satanás. Por isso Deus diz que perdoa todos os pecados que você cometeu (desde que você se arrependa de coração e busque não mais faze-lo). É desejo Dele é que você creia que Ele te perdoou. Ele quer que você tome posse do seu perdão através da Fé em Jesus Cristo pelo Espírito Santo.

"Para lhes abrires os olhos, e das trevas os converteres à luz, e do poder de Satanás a Deus; a fim de que recebam a remissão de pecados, e herança entre os que são santificados pela fé em mim" - Atos 26:18

Deus sabendo que você tomou posse de seu perdão já te restaura espiritualmente, pois você usou da sua Fé. Quando você pede perdão a Deus com arrependimento de coração, automaticamente recebe o perdão e Deus restitui sua autoridade espiritual sobre satanás, fazendo com que você repreenda os demônios através da autoridade que Jesus Cristo o delegou.

Irmão, não espere “se sentir” perdoado, creia que foi perdoado. Fé não é sentir, Fé é crer!

"Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem" - Hebreus 11:1

E satanás sabendo disso tudo, não quer que você peça ou creia que recebeu o perdão, para que você não tome posse de sua identidade em Cristo e lute novamente contra ele. Ele sabe que se você crer no seu perdão e começar a repreende-lo, certamente terá que fugir de você, pois a autoridade foi restaurada sobre sua vida.

O grande segredo é crer, ter fé e acreditar na Palavra de Deus. Não naquilo que aparece como pensamento em sua mente.

Mas o tema do texto é Autoridade Restaurada, aonde entra isto?

A Autoridade Espiritual é restaurada logo que você toma posse de seu perdão e da sua identidade em Jesus Cristo novamente.

A Autoridade Espiritual vem logo após seu posicionamento. Se você pediu perdão a Deus, e se arrependeu de seus pecados a autoridade espiritual foi restaurada, resta você tomar posse dela e mudar sua atitude!

Independente disso, ela já esta lá a sua espera. É só você pegar o que é seu por direito.

Tomando posse de sua identidade e autoridade espiritual, as promessas que Deus fez a você continuam válidas, pois o Deus que prometeu, continua sendo O mesmo que vai cumprir. O único que pode destruir as promessas de Deus sobre sua vida é você mesmo, caso não se arrependa de pecar contra Ele.

Ele somente quer que você saiba que Ele é Deus que conhece suas falhas e pecados e é o Único que pode e quer te perdoar de todos os pecados que tenha cometido.

Tentação é algo que sempre vai ocorrer na vida do cristão, porém o grande ponto é como lidar com a tentação e o que fazer com ela. Se você esta sendo tentado, utilize de sua autoridade espiritual e Deus o livrará de todo mal.

Se você acha que será vencido por ela, não se esqueça que você tem autoridade sobre todo principado e potestade do mal contra sua vida. Não seja permissivo, arranque da sua vida aquilo que pode te fazer pecar contra Deus.

Não aceite que o inimigo te faça cair em pecado, pois não existe tentação que não possa suportar em Jesus Cristo

"Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar" - 1 Coríntios 10:13

Se existe algum pecado na sua vida que tem permitido satanás e seus demônios agirem com legalidade para prende-lo mentalmente e não deixa-lo crer que Deus quer perdoa-lo, peço que faça esta oração juntamente comigo.

“Em nome de Jesus Cristo eu venho aqui aos Seus Pés meu Pai. Peço que me perdoe por muitas vezes não crer naquilo que diz a Sua Palavra, mas acreditar nas mentiras que surgem em minha mente e não buscar ao Senhor para ser forte nas tentações. Em nome de Jesus Cristo, confesso que (confesse aqui seu pecado) e peço que o Senhor me perdoe por isto novamente. Peço que cubra-me com o Seu Sangue Senhor Jesus Cristo, que feche toda brecha existente em minha vida sobre este pecado. Eu rejeito e renego de minha vida todo demônio que tenha legalidade de atuação por culpa deste pecado e ordeno que todos os demônios que estejam atuando em minha vida saiam agora de uma vez por todas. Eu os amarro, amordaço, os cego e ensurdeço e expulso de minha vida de uma vez por todas. Rejeito e renego toda aliança que fiz com satanás quando pequei contra Ti Jesus Cristo antes e depois de Te conhecer, declaro anulada e refaço minha aliança somente contigo Senhor Jesus Cristo.
Declaro que sou remido, lavado e justificado pelo Sangue de Jesus Cristo, que morri na cruz com Jesus Cristo, mas voltei juntamente com Ele no terceiro dia.
Em nome de Jesus Cristo ordeno que todos os demônios de acusação e mentira que falam em meus ouvidos sejam destruídos, e declaro que minha mente seja livre para a atuação de Jesus Cristo, Deus e o Espírito Santo e que seja fechada para satanás e seus demônios.
Se este pecado é uma legalidade vindo de meus pais eu quebro toda maldição hereditária sobre minha vida em nome de Jesus Cristo”
Em nome de Jesus Cristo eu recebo meu perdão pela Fé.

Pronto meu querido irmão. Agora somente tome posse de seu perdão, de quem você é em Jesus Cristo e creia que Deus restaurou sua autoridade espiritual, você tem autoridade para pisar na cabeça de satanás e seus demônios novamente.

Creia que Deus te perdoou e que as promessas Dele se cumprirão na sua vida.

Levante-se agora e tome posse de sua Autoridade Espiritual restaurada!!!!

Seja Valente! Deus abençoe sua vida!

Pr. Leonardo Volk


Se você foi abençoado com esta ministração, deseja nos enviar seu testemunho ou tem interesse em receber
nossos informativos periódicos, preencha o formulario abaixo!

Suas informações não serão divulgadas!

Os campos abaixo servem para comentários a respeito desta ministração e serão publicados nesta página!

Receba nossos informativos periódicos com novidades da Valentes da Libertação, nos envie seus dados no formulário acima. Suas informações não serão divulgadas!


HTML Comment Box carregando...



MISSÃO EVANGÉLICA VALENTES DA LIBERTAÇÃO
Todos os direitos reservados
e-mail: contato@valentesdalibertacao.com.br